Menu Fechar

Deputados da Assembleia Municipal visitaram o Ramal da Alfândega

O Ramal da Alfândega está desativado há mais de 30 anos, mas com a proximidade da sua reativação, já anunciada pela Câmara do Porto, os deputados da Assembleia Municipal quiseram ver as potencialidades do terreno, que poderá acomodar duas soluções provisórias em simultâneo. São elas a disponibilização de um transporte rápido e elétrico, nos dias úteis, e a fruição do espaço, enquanto parque urbano, aos fins-de-semana.

A visita surgiu na sequência da aprovação de uma proposta de recomendação pela Assembleia Municipal, que manifestava o interesse dos deputados em participar, ativamente, na discussão sobre o Ramal da Alfândega.

Orientada por técnicos da direção municipal do Urbanismo, a visita contou com a participação de 17 membros daquele órgão autárquico, que calcorrearam boa parte do ramal, que tem uma extensão de quatro quilómetros, aproximadamente.

Em sessão ordinária da Assembleia, o deputado municipal da CDU, Rui Sá mencionou a visita e aproveitou o momento para agradecer aos serviços municipais a sua organização. “Quero agradecer a organização impecável como esta visita decorreu, e acho que ajudou, pelo menos àqueles que participaram, a conhecer melhor aquele espaço e poder formular melhor uma opinião”, declarou.

No final de abril, a Câmara do Porto promoveu a apresentação das duas soluções provisórias que estão a ser equacionadas para dar nova vida ao ramal desativado desde 1989..

Propriedade da Infraestruturas de Portugal-IP, o Ramal da Alfândega está atualmente concessionado à Câmara do Porto, que já realizou os necessários trabalhos de desmatação do terreno.

Entre as duas soluções estudadas ganha força a possibilidade de aproveitar uma solução mista, que compagine a oferta de um transporte rápido e elétrico que faça a ligação de Campanhã à zona ribeirinha da Alfândega, de segunda-feira a sexta-feira, com a criação de um parque urbano, com ecopista, para usufruto da população aos fins-de-semana.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Fotos: Cristina Barros (Porto.)

 

01jul21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.