Menu Fechar

Está lançada a “aplicação inovadora” para explorar a cidade em tempo real

O Município do Porto criou um novo serviço, o Explore Porto, que desafia os cidadãos e visitantes a explorarem a cidade de uma forma diferente, pois, pela primeira vez, é disponibilizada numa plataforma única, informação em tempo real sobre os transportes e principais pontos de interesse.

Este serviço foi criado para disponibilizar informação útil e fidedigna sobre mobilidade e pontos de interesse da cidade do Porto, garantindo, assim, a evolução de um sistema de informação planeada e estática para um baseado em informação em tempo real.

O Explore Porto é uma aplicação web, disponível a partir do endereço explore.porto.pt, que recorre a cerca de 1.000 dispositivos de sinalização espalhados pela cidade – os pontos/beacons azuis – para veicular informação sobre o local onde está colocado o ponto, seja esta informação de mobilidade ou de turismo.

Desta forma, qualquer munícipe ou visitante que tenha um smartphone pode aceder, instantaneamente, a mais detalhes sobre o aquele local, podendo assim explorar as redondezas, bem como planear a melhor forma para se deslocar e visitar outros pontos na cidade.

Enquadrado na política do Município do Porto de valorização do papel das cidades enquanto agregadores de informação e serviços públicos digitais, o serviço destaca-se pela forma como a cidade se posiciona no processo de transição digital, procurando garantir o acesso a serviços inovadores, disponibilizados de forma aberta e neutra. Esta é uma tendência seguida pelas grandes cidades europeias, nomeadamente Helsínquia, Barcelona, Amesterdão, Antuérpia, entre outras, cidades com as quais o Porto tem estabelecido parcerias.

O Explore Porto é desenvolvido pela Porto Digital, em parceria com a cidade de Helsínquia, e resulta do investimento do Município, contanto ainda como apoio de fundos de múltiplos projetos europeus, nos quais a Porto Digital tem participado, o que reforça a sustentabilidade da iniciativa. O projeto contou, ainda, com o cofinanciamento do Turismo de Portugal e com o apoio da STCP, Metro do Porto e Associação de Turismo do Porto. Desde a sua génese, o projeto procurou ouvir e envolver a população portuense, num esforço de cocriação, sendo que através do próprio website continua a ser possível os utilizadores emitirem a sua opinião e proporem novos desenvolvimentos.

São dois os públicos-alvo aos quais o Explore Porto se destina: os cidadãos, promovendo, por exemplo, a utilização dos transportes públicos, e os visitantes, numa ótica de exploração da cidade, promovendo uma diversificação do turismo na cidade e dando a conhecer locais anteriormente mais distantes dos circuitos turísticos.

FUNCIONALIDADES DO “EXPLORE PORTO”

Sendo um projeto em contínua evolução, é possível destacar o seguinte conjunto de funcionalidades:

Sugestões de itinerário: planear uma rota, obter informação em tempo real sobre transportes públicos;

Exploração de pontos de interesse da cidade: com acesso à descrição, história, morada e horários de abertura e informação relevante atualizada;

Identificação de pontos de interesse perto da localização atual;

Alertas sobre alterações temporárias ao normal funcionamento das rotas dos transportes públicos;

Seleção de favoritos: salvar rotas ou pontos de interesse que queiramos ter à disposição;

Possibilidade de categorização de pontos de interesse por parte de quem os introduz na plataforma.

A curto prazo, está previsto o reforço da interligação do Explore Porto com os diferentes modos de transporte na cidade para uma promoção cada vez mais ativa da mobilidade. Os utilizadores vão poder aceder a mais informação, com melhor qualidade e detalhe, sobre a disponibilidade dos modos suaves de transporte (trotinetes e bicicletas partilhadas), os horários dos comboios e do metro, entre outros.

Seguindo a lógica de abertura, colaboração e transparência, a plataforma será aberta ao ecossistema de empreendedores, estando a ser trabalhado com os vários parceiros um modelo para a disponibilização de dados em formato “open data” e um modelo que permita inclusive o desenvolvimento de novos módulos e funcionalidades que resultem de desafios do ecossistema de inovação da cidade.

A plataforma Explore Porto foi disponibilizada em pleno período de confinamento tendo registado, desde então, mais de 16 mil utilizadores, valor que tem crescido exponencialmente à medida que as restrições de circulação têm vindo a diminuir.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Foto: Filipa Brito (Porto.)

 

01jul21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.