Menu Fechar

Galeria Municipal de Matosinhos expõe obras da Coleção de Arte Contemporânea do Estado em depósito na Coleção de Serralves

Corpo, abstração e linguagem na arte portuguesaObras da Coleção de Arte Contemporânea do Estado em depósito na Coleção de Serralves” é o nome da exposição que está agora patente na Galeria Municipal de Matosinhos e que resulta de uma parceria entre a autarquia e a Fundação de Serralves.

Com curadoria de Marta Almeida e de Joana Valsassina, a exposição representa, por um lado, os primórdios da constituição da Coleção de Serralves e, por outro, uma perspetiva singular sobre a arte produzida em Portugal entre as décadas de 1960 e 1980, demonstrando a importância da pintura e a escultura na renovação das linguagens artísticas.

A exposição reúne trabalhos de Alberto Carneiro, Álvaro Lapa, Ângelo de Sousa, António Dacosta, António Palolo, António Sena, Clara Menéres, Emília Nadal, Fernando Lanhas, Joaquim Rodrigo, José de Carvalho, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Júlio Pomar, Lourdes Castro, Manuel Baptista, Maria José Aguiar, Nikias Skapinakis e Rui Sanches, artistas portugueses do pós-guerra que souberam estabelecer um diálogo entre si e com o contexto internacional.

A exposição foi inaugurada no passado dia 15 de junho, pela presidente da Câmara Municipal, Luísa Salgueiro, e pela presidente do Conselho de Administração da Fundação de Serralves, Ana Pinho, que salientaram “o regresso às atividades culturais” interrompidas pela pandemia.

Presentes estiveram ainda o Vice-presidente e vereador da Cultura, Fernando Rocha, a vereadora da Saúde, Ângela Miranda, o vereador dos Recursos Humanos, Valentim Campos, e os administradores da Matosinhos Sport, Helena Vaz e Vasco Pinho.

“Não descuramos a saúde e os apoios sociais durante a pandemia, mas a cultura nunca ficou em segundo lugar. É tão importante como as outras áreas”, frisou Luísa Salgueiro. A exposição pode ser visitada na Galeria Municipal de Matosinhos até 25 de julho.

 

Texto e foto: CM Matosinhos / Etc e Tal jornal

 

01jul21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.