Menu Fechar

LIPOR diz ter evitado a emissão de mais de 93 mil toneladas de CO2 em 2020

No ano passado, a rede de municípios associados da LIPOR, da qual o Porto faz parte, emitiu menos 93.648 toneladas de CO2, em comparação aos dados de 2019. Os números constam do Relatório Integrado referente ao exercício da atividade de 2020.

O documento demonstra que mesmo em ano de pandemia foi possível à LIPOR continuar a evoluir nos resultados que apontam para uma maior sustentabilidade da empresa.

Ao nível dos materiais recicláveis, consta do Relatório Integrado que foram recicladas mais de 76 mil toneladas de materiais e reduzido o consumo de energia em menos 17,49% face a 2019.

Relativamente aos resultados financeiros, a empresa intermunicipal informa que o volume de negócios em 2020 cifrou-se, aproximadamente, nos 48 milhões de euros. Quanto ao grau das relações comerciais e de prospeção com o exterior, é evidenciada a proximidade a 27 países.

“No que toca às alterações climáticas, registou-se uma redução nas emissões de gases com efeito de estufa de 23%, comparativamente a 2006”, informa também a LIPOR em comunicado, destacando, ainda, o investimento de mais de 1,9 milhões de euros na comunidade. A este propósito, recorde-se, por exemplo, a “Operação Tampinhas”, que à sua 15.ª edição recolheu 43 toneladas de plástico, que reverteram na compra de equipamentos médicos para diversas instituições.

Numa escala máxima de 5, o grau de afetividade à marca LIPOR é de 4,37, ao passo que a responsabilidade social percebida atinge os 4,48.

O Relatório, apresentado pelo segundo ano consecutivo, foi elaborado de acordo com as orientações do “International Integrated Reporting Council” (IIRC) e, em matéria de sustentabilidade, seguiu as orientações publicadas pela Global Reporting Initiative – GRI Sustainability Reporting Standards, norma internacional sobre elaboração de relatórios de sustentabilidade.

“À semelhança das melhores práticas, para garantir a fiabilidade e a veracidade dos dados apresentados, a informação de sustentabilidade contida no Relatório Integrado 2020 da LIPOR foi devidamente sujeita a verificação externa independente pela Ernst & Young Audit & Associados – SROC S.A”, esclarece a empresa.

A LIPOR é a entidade responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos produzidos pelos municípios do Porto, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

A empresa intermunicipal trata anualmente cerca de 500 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos, aproximadamente, um milhão de habitantes.

 

Texto: Isabel Moreira da Silva (Porto.) / Etc e Tal jornal

Foto: Porto.

01jul21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.