Menu Fechar

Plástico retirado do Rio Tinto vai ser transformado em máscaras reutilizáveis

A limpeza do Rio Tinto foi a primeira de uma série de ações de sensibilização e educação ambiental que o Pavilhão da Água realizou no âmbito do programa Bandeira Azul 2021. O resultado da iniciativa vai ser a transformação do plástico recolhido em máscaras reutilizáveis.

Sob o tema “Resíduos convertidos, ecossistemas protegidos”, a iniciativa decorreu no final de maio e inseriu-se no Plano de Valorização e Reabilitação das Linhas de Água – PVRLA do Município do Porto. Marcaram presença o vice-presidente da Câmara do Porto, Filipe Araújo, e o presidente da Águas e Energia do Porto, Frederico Fernandes.

Com a ajuda dos guarda-rios da Águas e Energia do Porto, que, só em 2020, realizaram mais de 1500 inspeções visuais aos vários cursos de água existentes na cidade, alertando para eventuais anomalias e limpando os leitos e as margens, foi possível sensibilizar a população “para uma economia circular em que o objetivo é transformar os plásticos recolhidos em máscaras produzidas pela Skizo, compostas por 70% plástico reciclado, e que foram também distribuídas aos participantes na ação”.

Enquanto Centro Azul da Bandeira Azul, o Pavilhão da Água pretende alertar para a necessidade de proteger e valorizar os rios e ribeiras em contexto urbano. Este projeto da Águas e Energia do Porto, previsto n Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas, pretende valorizar e proteger os recursos hídricos da cidade, reduzindo ainda a sua vulnerabilidade face aos efeitos das alterações climáticas através da identificação e priorização de medidas e investimentos.

O Plano de Valorização e Reabilitação das Linhas de Água do Município do Porto é financiado em 85% pelo Programa “Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono”, no âmbito dos EEA Grants 2014-2021, representado um investimento superior a 235 mil euros.

Através do EEA Grants, os países doadores (Islândia, Liechtenstein e Noruega) estabelecem o objetivo comum de trabalhar em conjunto para reduzir as disparidades sociais e económicas na Europa e reforçar as relações bilaterais entre os Estados Doadores e os Estados Beneficiários.

 

Texto e fotos: Porto. / Etc e Tal jornal

 

01jul21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.