Menu Fechar

Câmara Municipal investe 1 milhão de euros na requalificação da Escola Básica dos Correios

Com um investimento superior a 930 mil euros, a Escola Básica/Jardim de Infância dos Correios, na freguesia de Ramalde, vai ser reabilitada a partir do próximo mês de setembro. O prazo previsto para conclusão da obra é de um ano e incluiu construção de novas valências e intervenção no edifício e recreio já existentes. Enquanto a empreitada durar, os alunos serão transferidos para a Escola Básica António Aroso. A escola sede do Agrupamento do Viso recebeu os pais dos alunos da Escola Básica dos Correios para a apresentação do projeto de requalificação daquele edifício datado da década de 40.

Presente na sessão, o presidente da Câmara do Porto afirmou que “numa cidade com poucas crianças, precisamos de continuar a inspirar as que temos”, lembrando como, em 2017, foi equacionado, pela falta de alunos, o encerramento da escola que serve não só, mas principalmente, o Bairro de Pereiró (Correios). Agora que a situação se inverteu e já há procura, “vim aqui para assumir o compromisso de que a escola não vai fechar”, garantiu Rui Moreira, para quem o “investimento pesado” nas obras é justificável e “é para isso que temos boas contas”.

Rui Moreira disse que que “não vai haver alunos a ter aulas em pavilhões provisórios ou contentores”, uma notícia bem recebida pelos pais presentes na sessão, que foram unânimes na escolha da solução de transferir toda a comunidade da Escola dos Correios para a atualmente desativada Escola António Aroso, em Aldoar. Para os encarregados de educação poder garantir a coesão entre as crianças de todos os ciclos e o pessoal docente e não docente da escola era o mais importante.

INTERVENÇÃO AUMENTARÁ CAPACIDADE DA ESCOLA

O vereador com o pelouro da Educação, Fernando Paulo, afirmou que estas intervenções vão aumentar a capacidade da escola para seis salas de 1.º ciclo e duas de jardim-de-infância, num total de 194 alunos, acrescentando que “as pessoas gostam de uma escola como esta, com um ambiente mais familiar”.

Fernando Paulo garantiu, ainda, que a Câmara do Porto assumirá todas as adaptações que forem necessárias na Escola Básica António Aroso, que se encontra desativada, para poder acolher todos os alunos que lá vão ter aulas provisoriamente.

Quanto à intervenção, a ampliação da escola envolve, no piso 0 do novo edifício, a construção de uma portaria e zona de receção dos alunos em área coberta, uma sala polivalente (que poderá funcionar como sala de prolongamento) e ainda instalações sanitárias, zona de vestiário e balneário. No primeiro piso, vai funcionar a biblioteca da escola.

No plano da requalificação do espaço já existente, a intervenção será feita ao nível da reabilitação da cobertura. Vai proceder-se à ampliação da galeria no tardoz da escola e à colocação de painéis translúcidos que permitem a entrada de luz, caixilharias e portas para o exterior a partir dos recreios cobertos. Desta forma, fica garantida a ligação interior entre as duas alas da escola.

Nas salas de aula – tanto no ensino básico como no jardim-de-infância – serão introduzidos pios, remodeladas as armaduras de iluminação, melhoradas as condições de ventilação natural, revistos os acumuladores de calor e colocada infraestrutura para a quadros interativos e espaços de arrumação. As salas do jardim-de-infância dos Correios vão, ainda, receber novas instalações sanitárias.

Ainda no edifício já existente, a empreitada vai incluir a reformulação da zona de apoio à cozinha, com área sanitária e vestiário para os funcionários, assim como a requalificação do espaço de arrumos. Serão integrados pios e equipamento de secagem de mãos no refeitório, móveis para apoio à arrumação e reformulada a entrada.

O projeto, da autoria do gabinete CREA – Arquitectos e André Camelo, também responsável pela renovação da Escola Básica do Bom Sucesso, em 2019, prevê a melhoria da sala de Psicologia e Orientação, do gabinete médico e da sala de professores, a requalificação dos corredores e escadas. Na parte exterior, no recreio serão colocadas papeleiras, bebedouros, bancos e mesas, além de um pavimento novo impermeável para substituir o atual betuminoso. Para o jardim-de-infância, haverá um novo parque infantil e jogos para os alunos do 1.º ciclo.

Marcaram, também, presença na sessão de apresentação a vereadora da Juventude e presidente do Conselho de Administração da empresa municipal GO Porto, que vai executar a obra, Catarina Araújo, o diretor do Agrupamento de Escolas do Viso, Albano Maia, o presidente da Junta de Freguesia de Ramalde, António Gouveia, e a presidente da Associação de Pais, Sónia Valente.

 

Texto e fotos: Porto. / Etc e Tal jornal

 

01ago21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.