Menu Fechar

OBRAS NO CAMPO DO OUTEIRO DECORREM A BOM RITMO E O “SONHO” SERÁ REALIDADE NO OUTONO DE 2022

Os trabalhos de construção do Campo do Outeiro já estão em curso. O velhinho campo do Sporting Clube da Cruz vai transformar-se num moderno complexo, dotado das melhores condições para a prática desportiva.

A cada dia que passa, o objetivo fica mais próximo. O futuro Campo do Outeiro, em Paranhos, deverá ser uma realidade no final do próximo ano, correspondendo a um investimento municipal na ordem dos três milhões de euros. Vai equipar o centenário Sporting Clube da Cruz de condições apropriadas para desenvolver a sua atividade, incluindo os escalões jovens.

O arranque dos trabalhos deu-se após o Tribunal de Contas conceder o visto prévio para a adjudicação, habilitação e submissão da empreitada, em abril. A obra, a cargo da empresa municipal GO Porto – Gestão e Obras do Porto, teve início em maio e deverá estar concluída em outubro de 2022.

Na manhã do passado dia 16 de julho, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, aproveitou para inteirar-se do estado da obra, tendo sido acompanhado pelo presidente do Sporting Clube da Cruz, Hélder Pereira. “É um sonho tornado realidade”, assumiu o dirigente do emblema da Invicta.

Estiveram também presentes o vice-presidente do Município, Filipe Araújo, os vereadores Pedro Baganha e Catarina Araújo – que é igualmente presidente do conselho de administração da GO Porto – e ainda a vice-presidente desta empresa municipal, Cátia Meirinhos.

O andamento dos trabalhos já é evidente no local, estando lançadas as fundações para o edifício de apoio que acolherá os principais serviços, nomeadamente, a bilheteira, balneários, secretaria, cafetaria, áreas técnicas e demais áreas para a gestão e administração do espaço.

Mesmo ao lado, está em curso a preparação do terreno para a construção do campo de jogos, que contará com um piso de relva sintética e sistema de iluminação, assim como da bancada coberta com 510 lugares.

Este trabalho requer cuidados especiais, uma vez que o objetivo é fazer o máximo aproveitamento das terras que se encontram no local. Nesta primeira fase, está a proceder-se à separação de resíduos que ali haviam sido depositados, nomeadamente plásticos e metais, encaminhando-os para reciclagem. A terra, já limpa, será utilizada na obra de construção do campo.

O Campo Municipal do Outeiro enquadra-se na estratégia municipal de ampliação do parque desportivo da cidade, orçada em cerca de 10,5 milhões de euros e que contempla seis projetos.

 

Texto e fotos: Porto. / Etc e Tal jornal

 

01ago21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.