Menu Fechar

Museu de Ovar mostra “1.º Raid fotográfico” por terras de Válega

Organizado pelo Grupo de Acção Cultural de Válega – GAC e o Jornal de Válega como uma das suas secções das atividades desenvolvidas, que incluem uma Secção de Teatro, que dinamiza o Grupo de Teatro do GAC e Teatro de Marionetas, e uma Escola de Música.

O 1.º Raid fotográficoVálega Escrita com Luz, reuniu cerca de uma dezena de entusiastas da fotografia que, através de diferentes tipos de equipamentos fotográficos, registaram alguns dos “bilhetes-postais” da freguesia de Válega, na sua componente paisagística marcada pela envolvente rural e a relação com a ria.

Destacando-se ainda o património arquitetónico e religioso que tem como ex-libris a Igreja de Válega revestida no seu exterior pela arte azulejar, como cenário irresistível para um clique fotográfico, cujo resultado está reunido numa exposição fotográfica no Museu de Ovar de 1 de outubro a 15 de janeiro.

A primeira mostra desta exposição que apresenta Válega pelo olhar dos fotógrafos participantes no 1.º Raide fotográfico do GAC, aconteceu no âmbito do 36.º aniversário da Vila de Válega, em 9 de julho, dia da sua elevação a Vila.

No Museu de Ovar a inauguração da abertura ao público desta exposição, teve lugar no dia 1 de outubro, com o seu diretor António Dias, um dos impulsionadores do evento do GAC, a reunir autores de fotografias expostas e representantes autárquicos e das instituições envolvidas nesta mostra, como atividades “para continuar” afirmou o diretor, porque, “é uma iniciativa que incentiva as pessoas a participarem”.

Uma parceria entre o Museu de Ovar e o GAC que mereceu palavras de incentivo da vereadora da Educação da Câmara Municipal de Ovar, Ana Cunha. Mas também, uma conjugação de vontades que se traduz na divulgação do património, como destacou o então presidente da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias Ovar, São João, Arada e São Vicente de Pereira Jusã.

O representante do GAC e do Jornal de Válega, Américo Matos, para quem “os fotógrafos esmeraram-se na arte”, deixou desafios para próximas edições do Raid com mais fotografias, lembrando que o GAC assinalará o seu 36.º aniversário e o Jornal de Válega o 35.º aniversário da sua fundação com um percurso regular na imprensa local.

Também o autarca da Assembleia de Freguesia de Válega, Augusto Pinho, enalteceu o GAC “pela ideia do Raid”, expressando apreço aos fotógrafos que “revelaram património de Válega, religioso e paisagístico”. Realçando por fim a “conjugação de esforços e sinergias entre instituições que garantiram esta exposição”, concluiu este autarca e dirigente associativo.

 

Texto e fotos: José Lopes

 

01nov21

 

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.