Menu Fechar

Obras concluídas! – “Nova” Avenida de Fernão Magalhães dá prioridade ao transporte público

As obras na Avenida de Fernão Magalhães estão concluídas e a circulação rodoviária já está a funcionar com toda a normalidade, privilegiando a mobilidade do transporte público. Considerada uma das vias estruturantes da cidade, a empreitada foi dividida em várias fases e abarcou a extensão da avenida, entre o Campo de 24 de Agosto e a Praça de Francisco Sá Carneiro (Praça de Velásquez), representando um investimento municipal na ordem dos 5,3 milhões de euros.

Umas das grandes novidades apresentadas consiste na criação de um Corredor de Autocarros de Alta Qualidade (CAAQ), destinada ao uso exclusivo do transporte público e munido de um sistema de semáforos de “última geração” que prioriza a passagem dos autocarros em detrimento dos restantes veículos.

Neste corredor, que compreende uma via de duplo sentido, a circulação dos autocarros é considerada como o movimento principal, e os mesmos podem comunicar com a infraestrutura, garantindo sempre a prioridade no seu movimento, bem como informação atualizada e em tempo real em todas as paragens na extensão do CAAQ.

Desta forma, em período de hora de ponta estão asseguradas neste corredor 20 circulações/hora/sentido, correspondendo a uma frequência média de 1 autocarro a cada 3 minutos.

A circulação através deste corredor garante, ainda, uma redução do tempo de viagem, permitindo que cada passageiro poupe mais de 4 minutos por viagem, o que corresponde a uma poupança anual de cerca 112 euros, considerando as estimativas de valor do tempo por passageiro em autocarro urbano.

UMA AVENIDA MODERNA E COM MELHORES ACESSIBILIDADES

Além da operacionalização do corredor de autocarros de alta qualidade, o projeto de requalificação desta importante via de entrada e saída da cidade do Porto contemplou uma reformulação profunda de todas as redes do subsolo, das quais se destacam as redes hidráulicas (drenagem de águas pluviais, residuais e abastecimento de águas); as redes de distribuição de energia (de baixa, média e alta tensão); e as redes de telecomunicações, estas últimas contemplando a criação de uma rede totalmente nova da Porto Digital.

A empreitada conferiu, também, uma melhoria significativa das acessibilidades pedonais, com a criação de passeios mais largos, acessos a passadeiras rebaixados, eliminação de obstáculos e aplicação de pavimentos pedonais mais confortáveis e de fácil manutenção.

Foi, igualmente, efetuada uma reformulação global ao nível do paisagismo, com a arborização generalizada no alinhamento da avenida, com o objetivo de aumentar o conforto do espaço público. Também foram colocados novos equipamentos de recolha seletiva de resíduos e instalada uma rede de iluminação pública a LED, dotada de telegestão.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Fotos: Filipa Brito (Porto.)

 

01nov21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.