Menu Fechar

Fomos visitar o interior do Bolhão! As fotos revelam novidades surpreendentes… Venha connosco (sem sair daí), ver o novo Mercado

Depois da apresentação da marca “Bolhão”, no passado dia 15 de julho, e à qual demos o devido destaque, ontem (21jul22) foi a vez da Câmara Municipal do Porto convidar os jornalistas a visitarem o interior Mercado, numa ação promovida pelo presidente da edilidade, Rui Moreira, tendo a mesma sido “guiada” por Cátia Meirinhos, responsável máxima da GO Porto, empresa municipal  que geriu obra de reabilitação do mercado.

Recorde-se que a empreitada de “Restauro e Modernização do Mercado do Bolhão” correspondeu a um investimento municipal superior aos 22,3 milhões de euros. A empresa municipal ficará também com a gestão do mercado, quando o equipamento reabrir.

O edifício, que reabrirá ao público a 15 de setembro próximo, terá um total de 81 bancas, 38 lojas e 10 restaurantes, acomodando 87 comerciantes históricos. A principal novidade “recai sobre a cave logística, que, no subsolo, ocupa todo o miolo do edifício com câmaras frigoríficas, armazéns, produção de gelo e um espaço destinado às cargas e descargas. Contempla ainda uma zona de balneários e outra de separação e tratamento dos resíduos”, como informa o Departamento de Comunicação e Promoção da CM Porto.

Vamos lá, então, ao interior do Bolhão, através da objetiva da nossa repórter Ursula Zangger…

 

Ursula Zangger

 

O arquiteto autor da obra,, Nuno Valentim

 

 

22jul22 

 

Partilhe:

2 Comments

  1. Apolino Cardoso

    Uma obra que era necessária e que foi levada a bom termo. O Bolhão faz parte da memória colectiva e individual do Porto e tripeiros. Por lá passaram gerações. Parabéns à CMP pelo interesse e recuperação. Agora há muito a fazer, ainda.
    Há ruas e passeios a precisar de intervenção urgente para evitar acidentes, nomeadamente de pessoas idosas que caem pelo msu piso.

  2. José Manuel Almeida Tavares

    Muito bem e já merecia o melhoramento há decadas. Parabéns.
    Agora é preciso olhar para o pavimento das ruas e passeios do resto da cidade como fizeram na Foz. Ou isto é só para ricos!?!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.